Início   >  Minerais  >  O magnésio – um...
10-07-2017

O magnésio – um novo anti-inflamatório?

magnésio Até hoje, o magnésio era conhecido principalmente como um mineral essencial para o equilíbrio nervoso, a função muscular, a regulação cardíaca ou ainda a saúde óssea. E se este mineral ainda não tivesse revelado todos os seus benefícios? É o que mostra uma meta análise cujos resultados foram publicados na revista Current Pharmaceutical Design1. Os autores deste estudo reuniram inúmeras provas científicas sobre a actividade anti-inflamatória do magnésio. Façamos o ponto de situação sobre esta descoberta que abre perspectivas promissoras quanto à utilização do magnésio como anti-inflamatório natural.

Um vasto estudo para desvendar os segredos do magnésio

Apesar dos benefícios e potencial terapêutico do magnésio serem conhecidos há muitos anos, subsistem determinadas zonas obscuras sobre os seus mecanismos de acção no organismo. Embora alguns investigadores estivessem convencidos da actividade anti-inflamatória do magnésio, outros expressavam dúvidas sobre a sua acção. Foi precisamente para aprofundar esta questão que um grupo de investigadores decidiu compilar todos os trabalhos realizados sobre os efeitos anti-inflamatórios do magnésio. Para tal, percorreram inúmeras bases de dados científicos, como: PubMed-Medline, SCOPUS, Web of Science e Google Scholar. Após terem reunido inúmeros estudos sobre os efeitos da toma de um suplemento oral de magnésio, os investigadores avaliaram a pertinência, a exactidão e a coerência dos dados recolhidos graças a diferentes análises. Esta permitiram, nomeadamente, determinar a subjectividade das publicações e a sensibilidade das análises.

Resultados positivos na actividade anti-inflamatória do magnésio

No final das análises realizadas, os investigadores retiveram 11 estudos que avaliavam o impacto da toma de um suplemento de magnésio nas concentrações plasmáticas da proteína C-reactiva. Esta molécula, sintetizada essencialmente ao nível do fígado, é conhecida por intervir em caso de processos inflamatórios. A proteína C-reactiva é utilizada na investigação científica como marcador biológico. Um aumento na sua concentração assinala uma resposta inflamatória do organismo. Ao cruzar os 11 estudos seleccionados, os investigadores mostraram que se verificava uma diminuição significativa da concentração plasmática de proteína C-reactiva com a toma de um suplemento de magnésio. Esta constatação apoia a hipótese de uma actividade anti-inflamatória do magnésio.

Perspectivas promissoras para controlar as inflamações

De acordo com os resultados positivos dos investigadores, a toma de um suplemento de magnésio poderia assim ter um interesse terapêutico para combater as inflamações e as doenças crónicas inflamatórias. Embora sejam necessários estudos complementares para confirmar esta descoberta, esta meta análise abre perspectivas terapêuticas promissoras. Novos estudos sobre a actividade do magnésio poderiam, de facto, conduzir à elaboração de um novo tratamento anti-inflamatório natural.

Esta meta análise permitiu relançar as investigações sobre o potencial terapêutico do magnésio. Se a sua actividade anti-inflamatória for confirmada por estudos complementares, o magnésio poderá entrar na composição de inúmeros tratamentos anti-inflamatórios. Além disso, esta meta análise permitiu lembrar a importância de um bom aperto em magnésio. Frequentemente sub-diagnosticada, a falta de magnésio pode manifestar-se por um conjunto de sintomas como perda de apetite, fadiga, tensões musculares, sensação de stress ou ainda palpitações. Para evitar ou tratar estas complicações são frequentemente preconizados suplementos nutricionais. Como suplemento, o magnésio pode ser proposto em diferentes formas, como o malato de magnésio. Para uma eficácia ideal, foram seleccionadas oito formas de magnésio pela sua biodisponibilidade, reunidas na fórmula OptiMag da SuperSmart.


> Fonte:
1. Simental-Mendía LE, et al., Effect of magnesium supplementation on plasma C-reactive protein concentrations: A systematic review and meta-analysis of randomized controlled trials, Curr Pharm Des. 25 Maio 2017.
Encomendar os nutrientes evocados neste artigo
Magnesium Malate 800 mg

Uma forma patenteada com melhor biodisponibilidade para quelatar os excessos tóxicos do alumínio. 20% magnésio, 69% ácido málico.

www.supersmart.com
OptiMag

8 formas sinérgicas de magnésio para uma biodisponibilidade ideal
Nova fórmula mais facilmente assimilável e mais bem tolerada

www.supersmart.com
Descubra também
30-04-2018
Um grupo de investigadores descobre a razão...
Um estudo publicado recentemente no The Journal of the American Osteopathic Association mostra que a vitamina D não pode ser correctamente utilizada pelo organismo quando...
Saber mais
01-08-2018
Acabar com a inflamação crónica
Quer seja silenciosa ou dolorosa, a inflamação esteve sempre na base de doenças ditas civilizacionais diversas e invalidantes: doenças cardiovasculares, artrites, inflamações intestinais… Apesar de...
Saber mais
25-09-2017
PEA o analgésico natural universal
Mais conhecido pelas iniciais PEA, a palmitoiletanolamida é um potente princípio activo natural descoberto em 1957. Desde a sua descoberta, esta substância foi regularmente objecto...
Saber mais

Gratuito

Obrigado pela sua visita; antes de partir

INSCREVA-SE NO
Club SuperSmart
E beneficie
de vantagens exclusivas:
  • Gratuito: a publicação científica semanal "Nutranews"
  • Promoções exclusivas para membros do clube
> Continuar