Início   >  Fígado e Desintoxicação  >  Primavera: pense na sua...
09-04-2013

Primavera: pense na sua cura de desintoxicação

Todas as medicinas alternativas estão de acordo: em cada mudança de estação o organismo tem necessidade de um pequeno “empurrão” para drenar as toxinas e produtos tóxicos acumulados na estação anterior. Durante dez dias consecutivos, será necessário rever o conteúdo dos pratos e facilitar o trabalho dos emunctórios através do uso de determinados complementos fitonutricionais.

A poluição química ambiental (aditivos alimentares, resíduos de pesticidas, produtos de limpeza) , uma má higiene de vida (alimentação desequilibrada, stress, sedentarismo) ou ainda a toma crónica de medicamentos são grandes fontes de resíduos que põem à prova os emunctórios e reduzem a energia vital do organismo.

Em primeiro lugar é importante rever o conteúdo dos pratos, privilegiando a cada refeição várias fontes vegetais: frutos frescos ou secos, legumes frescos crus ou cozidos, alimentos cerealíferos completos com índices glicémicos baixos e privilegiando sempre, durante este período, fontes de proteínas de origem vegetal com legumes secos ou soja, em todas as formas. Quanto às bebidas, deverão ser consumidas em abundância e sobretudo sem álcool, sem cafeína e sem adição de açúcar.

Em simultâneo com estas modificações nutricionais é praticamente indispensável recorrer a plantas e nutrientes que facilitem a drenagem hepática e a eliminação renal das toxinas e produtos tóxicos do organismo. Seleccionámos os mais eficazes para este período da Primavera.

- Desmodium adscendens
Esta planta herbácea orginária da África equatorial melhora consideravelmente o trabalho do fígado. Frequentemente utilizada como complemento de tratamentos convencionais em caso de hepatites para evitar a icterícia, protege e regenera os hepatócitos, normalizando os níveis de gama-GT e de transaminases (ASAT e ALAT).

- Triphala: <./b>
Este suplemento lendário da medicina ayurvédica é uma mistura em proporções específicas de três frutos: harada (Terminalia chebula), amla (Emblica officinalis) e behada (Terminalia belerica) dotados de propriedades adstringentes, que limpam suavemente o cólon e criam um ambiente bioquímico favorável no intestino, e de seguida em todo o organismo, apoiando os mecanismos naturais de eliminação.

- Cardo mariano (Silybum marianum)
Esta planta da família das asteráceas, prima da alcachofra, é utilizada desde a antiguidade como drenante, depurativo e, sobretudo, revitalizante hepático. É sobretudo preconizada na prevenção e no tratamento das cirroses e das hepatites, mas também para regenerar as células danificadas em caso de intoxicações por substâncias naturais ou sintéticas. Os seus constituintes activos, os flavonóides, agrupados sob o termo de silimarina, actuam directamente na regeneração dos hepatócitos e na estimulação da eliminação das toxinas.

- Chrysanthellum américanum
Originária dos altos planaltos africanos e da América do Sul, esta planta contém três tipos de flavonóides. Protege as células do fígado e activa sobretudo a secreção biliar, o que facilita a evacuação dos micro-cálculos. É geralmente utilizada pela sua acção hepatoprotectora relativamente ao álcool e pelas suas propriedades estimulantes ao nível do sistema digestivo.

- Rábano negro (Raphanus sativus)
Conhecido por “limpar” o organismo graças aos diversos compostos de enxofre contidos na sua raiz, drena o fígado e activa a secreção e a eliminação da bílis. Será, por isso, o aliado ideal neste período primaveril.

- O extracto de folhas de alcachofra
Rica em cinarina, é utilizada tradicionalmente pelas suas propriedades coleréticas, ou seja, que aumentam a secreção de bílis, e colagogas dado que encaminha a bílis para os intestinos, drenando assim de forma natural as toxinas e produtos tóxicos do organismo

Outras substâncias nutricionais podem também complementar os efeitos das plantas enumeradas acima:
    - As substâncias lipotrópicas, que se fixam nas gorduras e permitem quer a sua degradação no fígado, quer a sua eliminação para fora do fígado. A metionina, a colina, a betaína e o inositol são protectores hepáticos que propiciam a desintoxicação aumentando a actividade de determinadas enzimas específicas.
    - A N-Acetilcisteína (NAC) é também um excelente agente desintoxicante do fígado, tal como a SAM-e que apoia a síntese do glutatião, um antioxidante essencial. De facto, o L-glutatião reduzido, pela presença do seu grupo tiol, é o principal nutriente do fígado, que permite neutralizar os agentes tóxicos e os poluentes. Ao transformar estes agentes em compostos solúveis, estes podem ser facilmente eliminados do organismo pela bílis ou pela urina.
    - A curcumina permite contrariar a acção hepatotóxica de substâncias xenobióticas aumentando a capacidade de desintoxicação do fígado e os níveis da enzima glutationa-S-transferase e da glucuronil transferase (UDP), importantes para as reacções da 2ª fase.
    - O AHCC (Active Hexose Correlated Compound) melhora de forma geral a desintoxicação hepática e é utilizado sobretudo para melhorar os sintomas associados às patologias hepáticas graves (hepatites ou cirrose).
A primeira intenção deverá ser eliminar as toxinas e produtos tóxicos lipossolúveis com plantas hepatoprotectoras. Contudo, por vezes isso é insuficiente, sobretudo para desalojar do organismo as toxinas hidrossolúveis. Convém, por isso, recorrer também a plantas com um efeito drenante-diurético, como as extremidades floridas da Ulmária (Filipendula ulmaria) e as folhas de dente-de-leão (Taraxacum officinale), que propiciam a eliminação renal dos resíduos conservando o potássio no organismo. E para completar este processo de desintoxicação, o recurso à Chlorella pyrénoïdosa, uma alga unicelular microscópica de água doce, permitirá facilitar a eliminação das toxinas do organismo, e em especial os metais pesados, que podem perturbar o funcionamento ideal dos órgãos.
Encomendar os nutrientes evocados neste artigo
Inositol Hexanicotinate (IHN) 500 mg

Uma forma melhorada e mais segura (sem rubor!) de niacina

www.supersmart.com
CDP Choline 250 mg

Forma melhorada de biodisponível do importante nutriente colina

www.supersmart.com
Chrysantellum americanum

Fitonutriente polivalente, extracto 5:1, qualidade farmacêutica

www.supersmart.com
N-Acetyl Cysteine

O precursor mais eficaz e mais imediato do glutatião

www.supersmart.com
Reduced Glutathione

O mais importante antioxidante endógeno

www.supersmart.com
SAM-e 200 mg

Super nutriente potente e pluripotente (articulações, fígado, cérebro)

www.supersmart.com
Triphala

O lendário desintoxicante ayurvédico

www.supersmart.com
Chlorella

Muito rica em clorofila natural e em ácidos nucleicos.

www.supersmart.com
Desmo Forte™

Extracto líquido 1:2 de Desmodium adscendens
Concentração máxima

www.supersmart.com
L-Selenomethionine

A forma de selénio com melhor biodisponibilidade

www.supersmart.com
Water Retention Formula

Uma fórmula natural eficaz para eliminar o excesso de água, os resíduos teciduais e as acumulações feias.

www.supersmart.com
Super Curcuma

Fitosomas de curcuma - biodisponibilidade elevada

www.supersmart.com
Descubra também
24-06-2019
PEA o analgésico natural universal
Mais conhecido pelas iniciais PEA, a palmitoiletanolamida é um potente princípio activo natural descoberto em 1957. Desde a sua descoberta, esta substância foi regularmente objecto...
Saber mais
22-02-2017
Lutar contra a obstipação crónica e manter...
Na época de Luis XIV, que sofria de obstipação, os médicos que o seguiam tinham por hábito perguntar-lhe “Como vai?”, subentendendo-se “Como vai à sanita?”....
Saber mais
04-09-2019
Que idade têm os seus pulmões? A...
Sabia que de todos os seus órgãos, os pulmões são os primeiros a envelhecer? Tal como a pele, têm a particularidade de estar expostos à...
Saber mais
Siga-nos
Seleccione o idioma à sua escolha
ptfrendeesitnl

Gratuito

Obrigado pela sua visita; antes de partir

INSCREVA-SE NO
Club SuperSmart
E beneficie
de vantagens exclusivas:
  • Gratuito: a publicação científica semanal "Nutranews"
  • Promoções exclusivas para membros do clube
> Continuar